Depressão-A Doença

by - 13:34


you_are_not_what_you_think_you_are_by_borda-d64qz4o
Quando se ouve ou lê a palavra “Depressão” já sobe aquele arrepio na espinha, as pessoas já se contraem e querem fugir imediatamente, há um misto de repulsa e o não querer nem se pensar a respeito.
Mas é preciso falar disso, sim por que  no mundo a mais de 350 milhões de pessoas que sofrem dessa doença, isso mesmo, doença, uma doença séria, perigosa e que pode levar a morte.
Ainda hoje muitos pensam que depressão é uma tristeza que não vai embora, médicos, familiares, muitos ainda lidam com a depressão como um estado meramente emocional, um quadro  psicológico erradamente;
Outros muitos fogem, ninguém gosta de ficar perto de alguém triste não é verdade? afinal, quando estamos perto de alguém deprimido acabamos nos sentindo mal não é mesmo? portanto a grande maioria foge, sai de perto,evita pessoas com essa doença, as excluem do convívio social, é alguém a ser evitado.
Bom, deixe-me então contar um pouco sobre mim.
Eu me chamo Fernanda Maria, tenho 32 anos e tenho depressão a mais anos do que possa contar, o meu tipo de ~depressão é chamada de Distimia, uma das mais perigosas e que danos a saúde e vida da pessoa , ela se caracteriza por ser crônica (a maior parte do dia, quase todos os dias, pelo menos 2 anos).
Segundo o site da Wikipédia ;
O transtorno depressivo maior, também chamado de perturbação depressiva major em Portugal, é um transtorno psiquiátrico que afeta pessoas de todas as idades. Caracteriza-se pela perda de prazer nas atividades diárias (anedonia), apatia, alterações cognitivas (diminuição da capacidade de raciocinar adequadamente, de se concentrar ou/e de tomar decisões), psicomotoras (lentidão, fadiga e sensação de fraqueza), alterações do sono (mais frequentemente insônia, podendo ocorrer também hipersonolência), alterações do apetite (mais comumente perda do apetite, podendo ocorrer também aumento do apetite), redução do interesse sexual, retraimento social, ideação suicida e prejuízo funcional significativo (como faltar muito ao trabalho ou piorar o desempenho escolar).

Uma pessoa com depressão não consegue terminar tarefas, se concentrar, fazer o que lhe mandam, tomar decisões e por mais que tentem lhe forçar a sair, a se animar, a realizar alguma atividade isso independe de sua vontade e quase sempre apenas piora o quadro.
Faz muitos anos que tenho depressão e por muitas vezes cheguei a me sentir culpada, achar que não estava me esforçando, fazendo por onde, me senti culpada por não ter uma vida, por não sair, não ter um emprego, até que eu li um artigo e percebi que tudo isso não depende da minha vontade, que o fato de eu não conseguir sair, não querer não é apenas uma vontade, um capricho, um querer ou não querer, é uma doença, é depressão e tenho tentado me libertar da culpa que tentam me impor, como se eu fosse culpada de estar doente, é como falar que você tem culpa por nascer com uma doença, que você tem culpa por estar com Câncer ou Aids sendo que muitas vezes fazemos tudo certo e a doença aparece sem mais nem menos, sem aviso prévio.
É difícil lidar com a culpa nesses casos por que  angustia, o sentimento de impotência  tomam conta de você causando mal estar e mais dor e sofrimento.
Muitos se afastam de você, te chamam de chata, mal humorada, que só reclama, que só fica de mimimi e te ignoram, te evitam, te excluem do convívio social , te excluem da sociedade como se você não existisse mais, como se você não fosse um ser vivo, um ser humano.
Passei e passo muito por isso e quase ninguém entende realmente e talvez nunca venham a entender afinal, como um médico amigo uma vez me disse “Quase ninguém vai te entender, principalmente sua família e seus amigos é normal infelizmente por que, só tendo essa dor, sofrendo na pele eles podem realmente entender”.
E é assim até hoje,
Vemos nos noticiários, na tv tantas notícias de tantos crimes sem motivo segundo eles, sim, motivo tem, sempre tem e o que mais me chama a atenção é que sempre nesses casos os sintomas, as características são as mesmas, veja:
“Ele(ela) era quieto(a), quase não falava, era calmo(a) tranquila, gentil, nunca ouvir brigas, gritos nada, era alguém normal”.
O que isso lhe diz? o que isso parece? quantas pessoas você conhece com as mesmas características e personalidade mundo a fora? pense bem…são quietas, aparentemente calmas, até mesmo doces e meigas segundo alguns, sim, pessoas aparentemente inofensivas e normais.
Essas pessoas por dentro carregam tamanha dor e sofrimento e ninguém nem mesmo percebeu, ninguém olhou ou olha para elas, são quietas, passam despercebidas quase invisíveis, quase nunca as notam ou reparam nelas e chamam de timidez pura e simplesmente.
Timidez não é doença nem defeito é uma característica um jeito de ser.
Eu sou tímida sim, mas não sou tão quieta, tão calma, tão retraída, entendam , eu tenho depressão, eu tenho falta de vontade total e completa, é uma doença e deve ser tratada como tal.
O mais engraçado é que poucos entendem e sabem que, quando estamos nesse estado ter amigos é essencial digamos assim, ajuda na recuperação, traz animo e até mesmo alegria, pena, que muitos fogem e ignoram, não sabem que sua presença e amizade poderia até curar a depressão.
Eu pude comprovar isso a alguns anos atrás.
Tive um amigo homem, se chamava Luís Felipe, todos os dias ele vinha e me abraçava sem dizer nada e pronto, era o suficiente para iluminar o dia e se querem saber, parecia que tínhamos conversado horas e assim foi uma época em que pude sorrir, ter alegria  e até esquecer que tinha depressão, até achei que tinha me curado.
É triste ver que as pessoas quando lêem ou ouvem alguém reclamar rejeitam logo de cara, nem mesmo querem ouvir, triste saber que se uma pessoa ouvisse o que o outro tem a dizer, simplesmente ouvisse poderia trazer conforto e um pouco de alegria a vida dessa pessoa.
No mundo todo as pessoas gostam de estar perto de quem esta feliz, normal certo? sim, normal mas, preocupante.
Pessoas com depressão não se curam sozinhas, precisam de ajuda, apoio, incentivo, precisam dos amigos e da família por perto, ao invés disso o que quase sempre acontece é que os amigos somem, a família se cansa e pessoa se vê sozinha tendo que lidar com uma doença séria e grave sem ajuda de ninguém.
E o que isso causa? morte, quase sempre morte.
Para entenderem melhor aqui esta dois sites importantes e esclarecedores sobre o assunto:
Wikipédia  e o site do Doutor Dráuzio Varella.
Tem dias que estou mais animada, até mesmo alegre, outros me sinto sem animo, sem forças, esgotada fisicamente e emocionalmente.
Eu não consigo pensar, raciocinar, memorizar algo, minha memoria tem me pregado muitas peças, tenho muitas vezes confusão mental as vezes me pego desorientada, sem saber onde estou até, muitas vezes meu cérebro simplesmente apaga.
Tento fazer coisas que eu gosto, como escrever, mexer no meu blog, conversar com as pessoas mesmo pela internet por que pessoalmente fico nervosa ou muitas vezes não tenho vontade.
É estranho pensar nisso, hoje não tenho vontade de me apaixonar, de ter amigos fora da internet e ao mesmo tempo eu quero isso, é como se dentro de mim existisse uma luta constante e interminável.
Hoje sei que preciso de tratamento sério e pesado, são remédios quase sempre caros e que causam dependência mas que sem eles eu sei, não vou melhorar, claro, o tratamento tem que ser feito em conjunto com um psicólogo  se não, não surte efeito.
Muitas vezes quando tenho momento de clareza e percebo como está minha vida o sentimento de angustia, de culpa e impotência tomam conta de mim e eu chego a me sentir sufocar, passo mal, sinto falta de ar então meus amigos, entendam por favor;
Depressão é uma doença e não depende apenas da vontade da pessoa, depende de tratamento, de ajuda e por mais que tentemos, busquemos sair dessa sozinhos não conseguimos, não podemos, precisamos de ajuda e de apoio para isso é fato.

You May Also Like

12 comentários

  1. Depressão é uma doença difícil
    pois quem tem necessita de ajuda
    e muitas vezes a doença já estar avançada
    ótimo post
    FB
    Linda noite

    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nanda,
      É bem isso, uma doença, difícil e que precisa de ajuda.
      Linda noite pra ti também e boa semana
      Bjs mil

      Excluir
  2. É difícil até mesmo diagnosticar a depressão. Muitas das pessoas que sofrem com ela, aparentemente estão bem e acho que a principal barreira ao tratamento é que muita gente não consegue tratar a depressão como doença, tanto que sofre com ela, como ou outros ao redor. A falta de motivação muitas vezes é encarada como preguiça e se pensa que os depressivos estão se fazendo de vítimas e que se formos analisar supostamente não há motivos para estar depressivo. Mas como qualquer outra doença, ninguém escolhe ficar deprimido, você simplesmente se sente mal e eu sou da opinião de que todo ser humano precisa ter o seu momento de fraqueza, um momento pra surtar, pra chorar pra só então conseguir seguir em frente. Compreensão, deve ser a chave pra ajudar a vencer a depressão.

    http://thisiskeyko.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Keyko,
      É muito bom ler um comentário assim como o seu.
      Saber que alguém entende o que é essa doença e o quanto ela é grave.
      Obrigada por suas palavras de verdade.
      E sim, todos precisamos de um momento para surtar, no meu caso alguns eheheee
      Abraço grande,
      Boa semana
      Bjs mil

      Excluir
  3. Nossa a pessoa que tem depressão passa por uma barra, sei que a maioria não aceita mas tem que procurar ajuda, tem que pensar positivo.
    bjcas
    Shairane Mello FB
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo Shairane é uma barra pena que pensar positivo não é uma opção
      Obrigada pelo comentário
      Beijo grande

      Excluir
  4. Fê você escreveu tudo aquilo que precisava ler. Eu tenho 18 anos e após perder uma prima bem próxima, fiquei com medos excessivos de acontecer comigo ou com alguém que eu amasse muito. Com isso acabei adquirindo a síndrome do pânico ou transtorno de ansiedade. Passo muito mal em alguns lugares, sinto muita falta de ar e coração acelerado. Já fiz exames e não tenho "nada". Até que entrei em crise e fiquei internada, vi a morte de perto, digamos assim. 4 dias sem dormir, comer e só vomitando. Foi o maior sufoco. Até que eu procurei uma ajuda médica e estou em tratamento, pode ser que cure ou não. Estou me recuperando mais ainda sim sinto vários medos. Não tenho vergonha em dizer, até porque depressão e sindrome do pânico está associada uma coisa com a outra. Faço tratamento sim, e sei que será por alguns anos para não haver recaídas, espero melhorar, mas não é fácil, não é simplesmente querermos, até porque se fosse ninguém no mundo teria essa doença terrível. Tomo medicamentos, pra dormir também (acredito até que esse seja o mesmo que o seu, até porque muitos médicos só receitam esse). Te digo uma coisa, nessas horas nós descobrimos as pessoas e vemos quem são elas de verdade. Espero que você possa melhorar, buscar sua felicidade. Com certeza Deus vai te oferecer coisas incríveis na vida, é uma fase que vai passar. Se precisar de amigos, conversar (até porque temos casos parecidos) eu estou a disposição, sei como é, sei que não é por seu querer e você tem que se animar, pois vc é linda, doce e tem um blog maravilhoso, se cuida.

    vontade Viciada em Beauté
    Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milena,
      Síndrome do Panico é terrível mesmo né, quando me tratava com uma psicologa ela me disse que meu caso não é esse por que quem tem a SDP sente como se fosse morrer, ela paralisa de tanto medo, o sentimento que ela tem é de que vai morrer por conta daquela situação é bem ruim, isso eu ainda não passei e falo com sinceridade, espero não passar por que, quem passa por isso diz que é ruim mesmo.
      O tratamento na verdade Milena é para a vida toda, por que a SDP só é controlada e não curada, eu vi isso na reportagem do Fantástico até, eu nem sabia, pensei que tinha cura tal como depressão, então, você tem que saber que vai ter que aprender a lidar com isso que você sente, se adaptar e se tratar sempre, tomar os remédios certinho sem falta para assim poder levar uma vida normal, muitos conseguem, não se preocupe, muitos voltam a ter uma vida normal, sem medos, vai se tratando que você consegue.
      E muito obrigada, pode deixar que eu te chamo eheheheeee
      Mas doce nãooooo hahahaa só sou calma por fora, por dentro tenho vontade de socar muitas pessoas kkkkkk hoje é os atendentes da Luigi Bertolli que se recusam a cancelar o cartão, mas eles vão nem que seja na marra.
      Brincadeiras a parte, obrigada, fico feliz que tenha gostado, eu faço o blog com muito carinho.
      Obrigada pelos elogios, também gosto muito do seu blog.
      Abraço grande e volte sempre
      Mil bjs

      Excluir
    2. SDP é terrível, não posso dizer que é a pior doença porque depressão e SDP ambos são horríveis. Mas o pânico é desesperador, parece que a qualquer momento e com tudo iremos morrer, é uma sensação desconfortável. SDP tem cura sim, a minha prima teve, fez tratamento durante 2 anos e esta 100% hoje já fazem 2 anos que ela não toma e tá super alegre e sem medos. Mas o meu caso acredito que seja mais complicado, e caso eu perca alguém de novo mesmo eu estando "curada" eu volte a ter essas crises. São coisas muito triste, nossa cabeça é terrível kkkkk um ansioso pensa em mil coisas ao mesmo tempo, vai entender kk

      Excluir
    3. É terrível mesmo, mas que bom que sua prima está curada e bem, se ela conseguiu se curar pode ser que você consiga também não é mesmo?
      O tratamento serve para nos fortalecer e ajudar a perder o medo.
      Perder alguém deve ser doloroso sim mas, nós temos que lembrar que eles foram para um lugar melhor, estão bem e felizes e que na verdade não morreram só se foram mas um dia os veremos novamente e tenho certeza que mesmo em outro plano nossos entes queridos continuam a olhar por nós e nos cuidar.
      A morte é apenas um estagio de nossa vida, todos vamos passar por isso, o tratamento vai te ajudar a entender e aceitar e a perder o medo e superar os traumas, acredite, você também pode se curar.
      Abraço grande Milena,
      Beijos

      Excluir
  5. Eu tive inicio de depressão mas aí eu me aproximei do Senhor e tudo de ruim se foi.As obras de Satanás tentam me derrubar mas o Senhor é muito maior, afinal o criador é sempre maior que a criação e eu não temo pois sei que Ele é comigo ;D

    Beijos

    Blog:http://infinita-if.blogspot.com.br/
    Page:https://www.facebook.com/pages/BlogInfinita/541329572616626

    PS:Não me importo se eu parecer uma evangélica boba.Só quis falar de minha experiência.Espero que não se incomode.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fer não tenho nada contra só me assusto ainda quando falam do capeta ehehehee
      Mas obrigada por compartilhar sua experiência viu
      E volte sempre
      Bjs mil

      Excluir

Sua opinião é muito importante para mim,
Comente, discuta,converse, a casa é sua.
Obrigada e volte sempre que quiser.