As rosas da Natura

by - 15:14

Flor da Castanha

Queria um titulo diferente do comum e nada melhor do que esse "As Rosas da Natura" e já explico o motivo.
Como consumidora eu usava produtos da Avon, eram baratos, eram clássicos, minha avó usava, minha mãe e minhas tias também e tem um sabor de infância muito grande.
Natura eu via como algo para ricos, meio distante mas eis que ganhamos o primeiro perfume da Natura, usamos o primeiro creme e foi o suficiente para logo estarmos viciadas em Natura.
Então um dia recebi um e-mail como tantos outros para ser revendedora da Natura mas, esse era diferente, era para ser apenas virtual, revendedora digital, bastava preencher um cadastro, criar um endereço da sua loja virtual e pronto, você poderia vender Natura e eu que já usava e gostava dos produtos da Natura imediatamente me inscrevi.
Hoje estou aprendendo mas para vender produtos de uma marca gigante como a Natura é preciso conhecer melhor, desde sua história, seus produtos, como funciona, como pensam e encontrei na sua história mais motivos ainda para continuar revendendo Natura e de como a Natura se parece tanto comigo, então quero contar a vocês um pouco da história da Natura que vai os encantar tanto quanto me encantou:

Fachada da primeira loja da Natura

"Em Agosto de 1969,Luiz tinha vendido seu fusca e com o dinheiro uma antiga e pequena borracharia na Rua Oscar Freire aqui em São Paulo-SP, onde então montou sua primeira e unica loja e ainda conseguiu um imóvel da Vila Mariana onde estruturou uma pequena fabrica.
Ele imprimiu alguns cartões e distribuía na rua com a mensagem : "Nós pensamos em você.Gostamos do mundos, dos dons da vida, da musica, da amizade, do elo que nos une, da mistica engrenagem dos momentos. Aprendemos a força do amor.Com amor, muito amor, nós fabricamos beleza.Venha nos conhecer".
Junto com o cartão as pessoas recebiam junto uma rosa.
Luiz tinha sido executivo brilhante em uma multinacional norte-americana até ser designado para liderar uma área que iria explorar uma inovação para o Brasil daquela época: a máquina de barbear. Foi estudar o mercado e começou a se interessar pela pele do brasileiro e ficou espantando com algo que todos sabiam, mas ninguém percebia (e poucos ainda se dão conta) de que não há “o brasileiro” típico.
Havia uma incrível mistura de povos, raças, cores. E por esta razão, não havia “a pele típica” do brasileiro. Mas os fabricantes de produtos para a pele teimavam em oferecer fórmulas europeias para os consumidores brasileiros. E curiosamente, também no final da década de 1970, havia vários copycats brasileiros de fabricantes de cosméticos internacionais, inclusive nos nomes das empresas: Pierres, Christians, Alexanders e Isabelles; que vendiam para brasileiros que iam ao coiffeur e que davam valor a tudo o que era (ou parecia) estrangeiro.
Mas Luiz queria ser mais brasileiro que o brasileiro “médio” da época. Queria fabricar produtos que atendessem a diversidade de pessoas que havia na cidade de São Paulo, com extratos da biodiversidade brasileira na sua lojinha, onde ficava distribuindo cartões com rosas que falavam sobre dons da vida, amizade, mística, amor. E para complicar, escolheu um nome para a sua empresa que remetia aos hippies da época, que valorizavam a natureza."
Texto original retirado do site Estadão

Luiz distribuía rosas com um cartão, acreditando no amor, na amizade, acreditando mais do que simplesmente vender e acreditou em um sonho, e o realizou criando uma das maiores empresas de cosméticos do mundo que não apenas vende beleza, vende sensações, amor, magia e vem da natureza.



"A Natura foi Fundada em 1969 por Antônio Luiz Seabra, hoje está presente no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela, França e Estados Unidos, além de outros 63 países indiretamente. O número de funcionários, chamados na empresa de "colaboradores", atingiu 7.000 em 2013 e o de consultoras estimado em 1,5 milhão. Com a junção da gigante britânica The Body Shop(2017), e a recente aquisição do grupo americano Avon (2019), o grupo passa a ter 40.000 funcionários.
Em 2016, adquiriu por um valor não informado a compra da Emeis Holdings Pty Ltd, dona da rede de cosméticos australiana Aēsop. Em 2017, realizou a compra da rede The Body Shop da L'Oréal, por cerca de € 1 bilhão, aumentando significantemente sua presença internacional e faturamento global.
Em maio de 2019, a empresa anunciou ao mercado a compra da concorrente norte-americana Avon por aproximadamente US$ 3,7 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões), criando o quarto maior grupo de beleza do mundo avaliado em US$ 11 bilhões de dólares. A operação foi realizada por meio de trocas de ações entre as duas companhias.
Após a fusão com a Avon , anunciada pela Natura em 22 de maio de 2019 e que deve ser concluída até 22 de julho de 2020, a Natura assumirá o posto de maior empresa de venda direta do mundo.
Em 2007, a companhia investiu cerca de 108 milhões de reais em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, consagrando-se como a empresa de cosméticos da América Latina que mais investe nessa área.Para desenvolver seus produtos, as etapas de desenvolvimento e produção de seus cosméticos, a Natura não realiza desde dezembro de 2006 testes em animais e segue as mais rigorosas normas de segurança internacionais.A empresa detém as certificações NBR ISO 14001 e NBR ISO 9001.
A Natura abriu seu capital na Bovespa em Maio de 2004, tem suas ações listadas no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo, no dia da estreia da empresa na Bovespa, a Natura conseguiu arrecadar R$ 160 milhões. Em 2014, a Natura foi a única empresa brasileira entre as cinquenta marcas de cosméticos mais valiosas do mundo, listadas pelo site Brand Finance. A empresa ficou na 17ª posição, avaliada em US$ 2 465 bilhões.

Preservação ambiental

A Natura foi, em 1983, a primeira empresa a introduzir refis no setor de cosméticos brasileiro. Em 2007 passou a fornecer aos seus consumidores produtos de carbono neutro, graças ao seu Programa Carbono Neutro, destinado a reduzir e compensar as emissões de gases geradores do efeito estufa (GEEs), desde a atividade de extração de matérias-primas até a disposição final do produto no meio ambiente.No mesmo ano, foi pioneira ao disponibilizar aos seus clientes a Tabela Ambiental: um quadro informativo impresso nas embalagens dos produtos, que apresenta dados técnicos sobre as formulações e embalagens. Inspirada na tabela nutricional de produtos alimentícios, traz informações como o percentual de ingredientes de origem vegetal renovável e número recomendado de refilagens.
Sua fábrica, na cidade de Cajamar, na Grande São Paulo, foi projetada com conceitos arquitetônicos que priorizam a sustentabilidade e a ampliação do convívio humano.Em 2012, a Natura inaugurou o Núcleo de Inovação Natura Amazônia, como parte de um programa do MCTI, voltado exclusivamente para o desenvolvimento sustentável de região Amazônica."

Texto extraído do site Wikpedia

O que isso tudo nos diz sobre a Natura?
Que é uma empresa hoje sustentável, que pensa na natureza e nas pessoas e que não apenas vende produtos mas continua como seu Luiz dizia naqueles cartões pensando em nós, no amor, na beleza da amizade, no elo que nos une e mais que isso, pensando na diversidade brasileira, sempre buscando produtos feitos para o brasileiro, vindo da terra, vindo diretamente do Brasil e hoje, mais do que isso vindo do coração da nossa Amazônia que é tão rica, bela e nos dá tudo de que precisamos ajudando ainda seu povo a ter uma forma de viver, ter seu sustento e progredir sem destruir a natureza.
Uma das coisas que mais gosto na Natura é que cada produto é pensado desde os ingredientes até a embalagem e apresentação final, tudo com um motivo feito especialmente para nós e funciona.

A Natura nasceu de um sonho e é assim que grandes coisas nascem, de sonhos;
E como é bonito ver um sonho tomar forma e cada dia crescer mais, ser maior que o próprio sonho.
Posso dizer que tenho orgulho de vender Natura, de ser uma consultora e que cada dia descubro mais um pouco, aprendo mais, 
É um aprendizado para mim e para meus clientes, para trazer a eles algo além de um simples produto,
É trazer a natureza para sua casa, para sua pele,
É sentir o perfume, os cheiros da Amazônia.

E você, já conhecia a Natura?
O que acha da Natura?

Em um mundo onde cada vez mais pessoas tomam consciência e buscam novas formas de consumir, a Natura segue a  frente, trazendo mais que simples produtos.


You May Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante para mim,
Comente, discuta,converse, a casa é sua.
Obrigada e volte sempre que quiser.