Identidade

by - 13:13



Existem varias versões dentro de mim ou é apenas uma?

Dizem que ao longo do tempo você muda e quando olha para trás percebe o quanto mudou.

Não me sinto assim,

Nunca me senti alguém que muda, sempre me senti a mesma, as vezes até parada no tempo.

Não me tornei mulher,

Não conheci novas pessoas,

Não viajei com amigos,

Não namorei ou fiquei.

O que eu vivi?

Quais experiências eu tive?

Quem sou eu afinal?

Quando eu era criança eu só queria ter amigos(as) ser aceita como todos.

Me lembro da primeira série ( sério, lembro bem) que eu achava que tinha amigos e tinha o costume de dar tapa na cara da minha "amiga" achando que era engraçado mas só eu ria, ela ia aguentando.

Então a professora chamou minha mãe, disse que eu era muito nervosa, tinha muita raiva, para ela me levar em um Centro Espirita e, ainda me mudou de sala;

Na outra sala logo que cheguei, todas as crianças se reuniram em minha volta e disseram "A professora é só nossa, você não pode abrir a boca ou chegar perto dela" e no recreio, quando vi meus antigos "amigos" todos fingiram que não me conheciam.

Isso me marcou muito,

Não tenho raiva, não entendo porque aconteceu assim mas, isso me marcou, me senti rejeitada como se não pudesse ter amigos ou contato com ninguém e me senti então sozinha pela primeira vez.

Depois daquilo me retrai, os meninos começaram a me perseguir, sofri Bullying, humilhações pesadas para uma criança.

Mas ao mesmo tempo eu fui muito protegida e amparada de alguma forma, isso eu sei e sinto e só agradeço sempre por ter sido tão amparada porque, podia ter acontecido coisas tão piores que nem gosto de pensar.

Tinha nossa Inspetora, a mais braba de todas mas que nos protegia e ajudava sempre,

Teve pessoas que vieram e ofereceram sua amizade,

Uma vez, tive uma "amiga" e ela estava me usando, eu costumo ver e saber mas me deixei enganar, iludir, mas duas meninas vieram me ajudar, insistiram em me mostrar que ela mentia e quando ela ainda quis insistir afastaram ela de perto de mim, na mão mesmo, não deixaram ela chegar perto de mim...

Para mim, eram mais que pessoas, eram anjos da guarda que vieram me ajudar quando mais precisei.

Sim, aconteceu muitas coisas que me marcaram mas também aconteceram outras pelas quais sou grata e só posso agradecer a cada dia.

Se meninos me fizeram mal, me perseguiram e marcaram de alguma forma um anjo humano veio como amigo me ajudar a curar tais feridas e traumas.

Se teve coisas ruins, teve outras que foram como bençãos, presentes que de alguma forma tive a chance de presenciar .

Isso tudo me moldou, me mudou;

Eu aprendi a pedir ajuda as pessoas, não tenho vergonha de ir lá e pedir ajuda mas, poucas ajudaram, a maioria sempre me mandou procurar um Psicólogo, ou, se eu pagasse bem elas poderiam ajudar porque era o trabalho delas, o seu ganha pão.

Aprendi que apesar de muitos falarem de empatia, de estender a mão, ajudar, conversar, são poucos os que realmente o fazem.

Eu nunca me arrependi de oferecer minha amizade, conversa ou ajuda quando alguém precisasse, mesmo que depois elas fossem embora, é porque tinha que ser assim.

Eu nunca fui de festas, baladas, muitos amigos, mas também não sou tanto assim de ficar em casa, se estou não é porque gosto acreditem, hoje, sair, ver gente, ver o mundo, viver vale mais do que ficar trancada em casa e alias, após 2 anos de pandemia ficar em casa chega a ser sufocante.

Com o tempo percebi que nunca fui ou serei igual a ninguém e que não tem problema algum nisso,

Aprendi que quando estamos mal, reclamamos muito as pessoas tendem a dizer que precisamos de ajuda médica, sem entender que muitas vezes precisamos mais de um amigo e uma conversa;

E aprendi que ainda não sou eu mesma assim 100% que ainda preciso me encontrar mas,

Aprendi também que minha essência é de Bruxa, totalmente Bruxa, mas não como outras, não como outros pensam, não como esperam que uma Bruxa seja ou precise ser e sim porque a magia sempre esteve presente dentro de mim, porque sempre acreditei em coisas que outros não acreditam e acham loucura.

Acredito em fadas, duendes, gnomos e até em Dragões ( esperem até ver) e acredito sim em seres de outros planetas, assim como acredito em Anjos e Arcanjos, assim como acredito em Jesus e Maria, assim como acredito em Deuses e Deusas mas não tanto quanto os pintam...

Houve um tempo que perdi minha fé totalmente, foi uma quebra total e hoje ainda é difícil ter fé, acreditar assim 100% ainda mais porque né, fácil ter fé quando tudo está bem mas, e quando tudo vai mal e parece só piorar? Ai sim, esse é o grande teste, 

Dar o mergulho, o salto de fé, acreditar mesmo com tudo contra, é sim, difícil pra caramba.

Acreditar em mim mesma principalmente, me perdoar, me aceitar, eis ai outro desafio.

Quem sou eu?

Qual minha real identidade?

É isso que busco, eu me busco diariamente mas por vezes é cansativo, exaustivo, uma luta solitária do lado de cá.

Mas eu evolui, eu mudei, muita coisa já mudou;

E eu preciso acreditar que vão mudar ainda mais, que as coisas vão mudar para o melhor.

Porque, um dia eu amei mais do que jamais sonhei amar algo ou alguém...aquele amor que trazia paz, que te preenchia, ele era um sol, sim, um verdadeiro sol;

Muitos dizem ser ilusão, amor platônico mas, eu sei que não e eu sei o quanto esse amor me mudou tão profundamente que ainda hoje , ainda hoje ele me muda diariamente.

Tive um amigo que foi um verdadeiro anjo da guarda, ele foi um pedido numa oração e Deus atendeu esse pedido e esse amigo me curou, me amou, me trouxe afeto e carinho e jamais poderei agradecer o suficiente por isso.

Conheci pessoas que me protegeram, me salvaram e me ajudaram,

Conheci outras que me mostraram o que estava errado comigo, em um primeiro momento parecia que queriam apenas meu mal mas pouco depois me mostraram que na verdade estavam apenas me ajudando, me ensinando e mostrando que algo não estava certo...

Eu venho de uma familia que não soube demonstrar afeto, carinho, se expressar, amaram da sua forma mas machucaram e foram machucados e ainda assim, tudo o que eu desejo é amar e mostrar esse amor ao mundo;

Tudo o que desejo é que as pessoas sintam e vejam o mesmo que eu, que elas vejam esse amor como eu vejo, porque eu vejo o amor em tudo, porque eu vejo e sinto esse amor no planeta, no universo, em cada atomo e grão e ainda acho tão estranho como os outros não vêem,

Como os outros não vêem  o que eu vejo?

Talvez, esse amor "platônico" que tenha vivido de forma tão intensa e única,

Talvez um defeito de fabricação?

Só sei que a minha identidade não importa,

Porque o importante é ser, é existir e perceber que estamos conectados uns aos outros e ao universo inteiro e quando percebermos isso e entendermos, vai ser incrível.

Até lá,

Busco viver, busco me compreender, me aceitar e me encontrar.

Essa sou eu,

Bruxa, complexa, louca, por muitas vezes , incompreensível, mas que ama amar.

Que venha essa nova mulher de dentro de mim
Com olhos felinos, felizes e mãos de cetim
E venha sem medo das sombras
Que rondam o meu coração


You May Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante para mim,
Comente, discuta,converse, a casa é sua.
Obrigada e volte sempre que quiser.