Voltar a escrever

by - 07:43



Prazer,

Meu nome é Fernanda Maria, tenho 41 anos e, sou Bruxa.

O que mais gosto de fazer é, escrever, nadar e natureza no geral, seja mexendo com plantas, seja estando na natureza, bichos, natureza enfim.

Essa sou eu resumidamente.

Parece que escrever se tornou um ato de coragem em tempos onde poucos tem tempo e paciência de ler um texto longo e onde vídeos curtos se tornaram populares e viciantes.

Mas eu amo escrever, sempre gostei, sempre vou gostar e mesmo que se passe anos não vou desistir porque faz parte de mim, de como me expresso e esse blog é uma extensão minha.

Faz tempo que não escrevo e existem muitos motivos para isso;

O tempo, emprego, a vida,

Fazem 10 meses que meu pai se foi.

A vida tem estado turbulenta e cheia de mudanças.

Por vezes me senti exausta, pronta a desistir, cansada de tanto,

Mas aqui estou;

Fiz minha primeira tatuagem,



Estou trabalhando, pagando minha academia, podendo comprar roupas para mim, me cuidar enfim, mesmo em meio a tantos problemas e confusões.

Não posso reclamar,

A tristeza ainda existe mas existe também alegria, coisas boas, a vida acontecendo mesmo diante de tudo,

Pandemia, morte, a vida existe acima de tudo.

Em meio a isso tenho tido sonhos, intuições, magia.

Lembram? Bruxa

Tenho buscado muito me curar, auto cura, e tenho feito magias apenas seguindo minha intuição, me achando louca as vezes mas continuando ainda assim e desde então, sonhos, vividos, reais e um deles em especial foi bem significativo:

O sonho era confuso e não lembro de todos os detalhes agora mas no sonho me lembro de estar com alguém junto, um homem e procurávamos alguém, esse alguém mandava uma mensagem por carta e ao seguir via sangue, seguia e via uma gosma e terminava em um armário,

Ao abrir não lembro bem o que via mas ouvia uma voz e via uma mulher, que parecia um fantasma mas ao olhar para ela percebia quem era,

Era a deusa Hécate , 

Deusa do submundo, temida por alguns mas para quem a conhece só existe o respeito,

Deusa triplice de mil nomes, representada por seus cães , tochas e chaves.

"“HÉCATE descendia, segundo alguns relatos, dos Titãs. Era uma deusa grega com duas características distintas: durante o dia exercia a sua influência benigna sobre a agricultura, mas durante as horas de trevas interessava-se por feitiçaria, fantasmas e túmulos. Semelhante em muitos aspectos à deusa da vegetação Demeter, Hécate associava de modo perturbante a fertilidade à morte enquanto forças terrestres. A feiticeira Medéia, princesa da Cólquida rejeitada por Jasão, costumava invocar Hécate em suas artes mágicas. Hécate surge geralmente representada com três rostos. Os atenienses tratavam-na com especial deferência e depositavam mensalmente oferendas nas encruzilhadas, onde se pensava que a deusa exercia o seu poder” (Arthur Cottrell).

Com a chegada do patriarcado, a sua imagem ganhou uma conotação negativa por conta das feitiçarias, bruxarias, encantamentos, necromancia, uso de ervas.

Uma das nomenclaturas que seguem Hecate, é a deusa da encruzilhada. Caso não saiba o que é uma encruzilhada, basta imaginar uma estrada que, em seu final, dá acesso á duas – ou mais- estradas. Uma bifurcação, digamos assim.

As história que contam sobre Hecate envolvem ela caminhando pelas encruzilhadas acompanhada de cães. Durante a noite de lua nova, ela recolhia as almas – uma vez que é uma Deusa do submundo – e não era vista pelos humanos. Sempre que o homem (quanto á ser humano, não o gênero) ouvissem cães latindo, era sinal de que a Deusa estava por perto.

Por isso era comum que quem a adorasse, colocasse oferendas nas encruzilhadas. Inclusive, é um ato feito até os tempos atuais. Tais encruzilhadas eram considerados lugares da noite apropriados para feitiçarias, o que trouxe uma conotação negativa para a Deusa."


 Continuando...

Sabia que era Hécate, pela aparência, unhas e voz, só soube que era ela e não tive medo,

Ela no sonho me mandou voltar a escrever, mas mandou eu escrever um livro para alguém.

Não consegui saber para quem, sei que pouco depois o sonho mudou,

Estava indo embora com um homem( de novo) só que para ir deveria deixar tudo, até mesmo as roupas;

Porém, eu lembrei de levar uma pequena bolsa com dinheiro e documentos.

Após isso iamos embora através da agua ( para quem me conhece sabe o significado que a agua tem para mim) e depois pegávamos um ônibus, só que agora tinha mais pessoas conosco que pareciam ser amigos mas o motorista exigia dinheiro e como eu havia lembrado de pegar uma bolsinha pude pagar.

Quando descemos vimos um padre e não sei porque eu falava que estava com amigos e um Lobisomem mas que não costumava o mostrar para ninguém, nem para meus amigos porque se assustavam, o padre duvidava e eu dizia que era bobagem não acreditar e ter medo, que ele era um homem que virava lobo apenas e ai o sonho acaba.



E cá estou, obedecendo e escrevendo...ainda não um livro mas, voltando a escrever.

Antes disso tive outros sonhos perturbadores e sabia ser Hécate ,

Ainda não entendo totalmente mas aprendi que, por mais louco que pareça ou absurdo, obedecer a minha intuição tem me levado a cura e a caminhos incríveis e mais do que tudo, eu aprendi a me ouvir,

Parar quando preciso, ficar em casa quando sei que tenho que ficar e aceitar quando algo não sai como gostaria.

Depois de mais de 3 anos vi novamente um show de Rock com 3 das bandas que mais amo, Biquini, Capital Inicial e Paralamas do Sucesso, um show inesquecível para lavar a alma e renovar as energias e se vi esse show foi graças ao Bruno( vocalista do Biquini), uma pessoa que admiro, gosto demais, nunca vou conseguir agradecer o suficiente por esse presente.

Esse mês no meio de tudo ainda consegui pela primeira vez ver um show do Almir Sater, cantor que amo muito e, não me arrependi, fiquei até o final, foi um show que superou qualquer expectativa,

Almir é uma pessoa incrível e poderia ouvir ele cantando ou falando a noite inteira e as pessoas a minha volta também lá curtindo, admirando, empolgadas, foi realmente muito mais que podia esperar.

Momentos que trazem alegria e alivio em meio ao caos,

Tenho aprendido enfim a buscar viver com mais leveza, aproveitar cada momento e buscar sempre viver,

Porque a vida passa rápido demais, pode acabar em um piscar de olhos, 

Já é hora então de viver, de apenas ir, mesmo com medo, mesmo com duvidas, apenas viver. 

O que vem a seguir?

Não saber é o que torna  a vida mais especial e bela,

Procurar não controlar nada, não pensar tanto, apenas, viver.

Fonte e texto citado : Lua Natural 


You May Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante para mim,
Comente, discuta,converse, a casa é sua.
Obrigada e volte sempre que quiser.